3 de abril de 2013

PAIS E FILHOS - GARRAFAS SENSORIAS DO BLOG PLANETA DE ATIVIDADES

Gente vi esse post no blog Planeta de atividades http://planetaatividades.com e adorei pois, Eu fiz muitas garrafas para o Nicolas e alem de garrafas ele adora brincar com caixas de leite, pote de margarinas e até potes de maionese... 
Ele adora os potes de margarina onde ele brinca de empilhar, guarda brinquedos, encaixa ....
Temos que incentivar os nossos pequenos e mostrar varias formas de tipos de texturas para eles. Agora irei fazer garrafas com cores pois ele esta aprendendo as cores....kkkk leia e espero que gostem e façam beijos.

O QUE SÃO GARRAFAS SENSORIAIS

Garrafas sensoriais são garrafas plásticas, do tamanho que se desejar desde que sejam transparentes preenchidas com objetos que despertem a curiosidade da criança, que despertem o desejo de observação, de cor, movimento, forma, em seu interior, quando misturados à água, forem sacudidas e produzirem algum efeito. Normalmente se usa contas coloridas, glitter, estrelas e lantejoulas, água, sabão, tintas de todas as cores para que cada garrafa tenha um efeito ou uma cor.

POR QUE O TERMO SENSORIAL?

Relativo ao sensório, às sensações, aos sentidos. "O sistema sensorial é um conjunto de órgãos dotados de células especiais chamadas de receptores. Através dos receptores, o indivíduo capta estímulos e informações do ambiente que o cerca e do seu próprio corpo. Os estímulos são transmitidos na forma de impulsos elétricos até o sistema nervoso central. Por sua vez, o sistema nervoso central processa as informações, traduzindo-as em sensações e gerando respostas."
(Uol Educação)
Não estou falando de o simples utilizar mecânico dos sentidos. Ou seja, "Ah, que bom, vamos desenvolver visão e tato, talvez audição". Não se trata disso, vai muito além!
As mudanças observadas ao mexer a garrafa, o interesse despertado, a alegria de perceber movimento e acomodação nos objetos, de acordo com o estado de descanso ou "sacolejos" dados pela criança. É o despertar da criatividade, de um estágio de observação intenso de nuances, cores, formas, transformações.
É a possibilidade de observação aguçada e do toque, ao preencher, ela mesma as garrafas, quando a criança não é tão pequenina. 
Se for preenchida sem água, pode-se utilizar com diversos objetos que produzam diversos sons. (Auditivo)
É interessante deixar que a criança introduza os objetos na garrafa, esta será uma atividade prazerosa e educativa, visto que ela estará tocando, sentindo formas e texturas dos objetos utilizados.
Porém o glitter, lantejoula e sabão, tinta, devem ser colocados por um adulto. Se a criança for muito pequena, a garrafa deve ser entregue a ela já pronta, para manuseio, para brincadeira, observação, para despertamento da curiosidade e percepção de cores, movimentos.
Imagine que interessante para ela ter garrafas de todas as cores: azuis, amarelas, vermelhas e poder fazer associações. Meus alunos diziam: a garrafa do sol, a garrafa do céu, era muito divertido para eles e eu sabia que não somente divertido, era educativo e amplamente instigante.

IMPORTANTE:
·         Vedar muito bem a tampa desta garrafa!
·         Use cola de secagem rápida
·         Também envolva com fita adesiva, dando diversas voltas.

Você ficará impressionado em como as crianças sentem uma incrível atração pelas garrafas!
Quando lecionei para a Educação Infantil, fiz as garrafas sensoriais também com diversas tonalidades de glitter colorido e água. Eles trocavam as garrafas entre si, se revezavam na observação, deitavam-se ao chão e giravam as garrafas e observavam, sorridentes, o movimento impressionante, o brilho e também o efeito do sol sobre as garrafas. Foram dias de muita alegria, pois as garrafinhas tornaram-se companheiras e queriam levá-las, inclusive, para o parquinho e para outras atividades rotineiras.
Experimente a garrafa sensorial com peixinhos coloridos cortados em Eva e água misturada com guache azul + glitter azul.
Não deixe de experimentar, com certeza seus pequenos irão se divertir e o sensorial deles será amplamente estimulado!

Texto: Profª. Elizabeth Freitas 





3 comentários:

Unknown disse...

Oi Paty, q postagem mais maravilhosa!!! \0/


adorei e vou fzer!!!!


saude,paz


Ro

blog Conversando no Jardim

Lia e Vi disse...

Engraçado que quando érmaos crianças qualquer potinho nos divertia né ??
E as crianças são as mesmas, quem mudou fomos nós... a gente enfia tudo pronto nas crianças e acabamos tirando delas a curiosidade...

Adorei essa idéia.

Obrigada por compartilhar !!

Bjus 1000 querida

Cici Senhoretti disse...

Que post maravilhoso!!
Mesmo não tendo filhos e nem mais sobrinhos bebês, é sempre bom saber mais, para quem sabe dar a dica às amigas, né!
Bjns
:)