Mostrando postagens com marcador PAIS E FILHOS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador PAIS E FILHOS. Mostrar todas as postagens

16 de novembro de 2017

Dia das crianças: Jogo da Velha // DiY

BOA TARDE E COMO VOCÊS ESTÃO OLHA SÓ ESSE JOGO DA VELHA É UMA ÓTIMA ATIVIDADE PARA SER FEITA EM FAMILIA.
BEIJOKAS

23 de maio de 2017

PAIS E FILHOS - A IMPORTÂNCIA DOS OBJETOS INSEPARÁVEIS DO BEBÊ E DA CRIANÇA

E ACABEI DE LER E VIM COMPARTILHAR...
EU TIVE UM DESSES OBJETOS QUANDO CRIANÇA O QUE LEMBRO QUE ERA UM PANINHOS QUE ANDAVA COMIGO PARA TODO LUGAR.
MEU FILHO TEVE UMA FRALDA USAVA PRA TUDO ERA REALMENTE UM COMPANHEIRO DELE, HOJE COM SETE ANOS ELE USA BRINQUEDOS LEVA ELES PRA DORMIR NA CAMA... ACHO ISSO TÃO LINDO.
E SEGUE TEXTO QUE LI.



Quem mergulha no baú musical dos anos 80 encontra o ursinho que consolava o apaixonado não correspondido. Só para lembrar:
Meu ursinho Blau Blau
De brinquedo
Vou contar pra você um segredo
Só você mesmo pra me aturar
(…)
Ai, meu amigo Blau Blau de brinquedo
Diz pra ela esse nosso segredo
(…)
Ouvir segredos íntimos, estar ao lado, acompanhar, confortar e consolar. Servir de apoio, dar segurança. É isto que Blau Blau e tantos outros bichinhos de pelúcia ou tecido, cobertorzinhos, paninhos e travesseirinhos fazem na vida das crianças de todos os tempos.
Denominados objetos transicionais pelo pediatra e psicanalista inglês Donald Winnicott (1896-1971), eles conferem às crianças suporte emocional, especialmente nos momentos de separação ou solidão. Sua importância é tão grande que até os personagens infantis os carregam consigo onde quer que estejam.
Quando os bebês nascem eles não conseguem perceber que ele o ambiente – a mãe, outros cuidadores ou objetos que lhe são apresentados – são distintos um do outro. Para o recém-nascido, ele e seu ambiente são uma só coisa.
Por volta do terceiro mês inicia-se o processo de discriminação, transformando esse “ser único” em dois. A partir daí, é comum o bebê utilizar a ponta do lençol, da fronha, do cobertor, do paninho usado para arrotar, da própria orelha, ou mesmo chupar o dedo ou emitir pequenos sons para minimizar a angústia presente nos momentos de separação. Do mesmo modo, se o bebê tem à disposição brinquedos macios, a chupeta ou o seio materno, estes podem cumprir com esta função acalentadora.
A maioria dos bebês elege um objeto transicional entre o quarto e o décimo segundo mês de vida. No entanto, alguns não escolhem um objeto que simbolicamente substitua a proteção parental. Isto só deve ser motivo de preocupação quando não é dada ao bebê a oportunidade de ele ter sempre ao seu lado objetos que são mantidos (a constância do objeto é tão importante quanto à constância do ambiente para o bebê sentir-se seguro), ou quando, em casos mais raros, a escolha fica inviabilizada em função de um sofrimento psíquico que impede o bebê de viver os estados de separação – ou seja, ele encontra-se patologicamente fundido ao ambiente (comum nas psicoses) ou totalmente isolado em seu mundo interno.
Quando os bebês começam a balbuciar, normalmente inventam um nome para seu “companheiro”, geralmente utilizando som muito parecido com o da pronúncia da palavra que o adulto o denomina. Por exemplo: Fafá, para uma fraldinha; Au, para um cachorrinho; Tatá, para uma chupeta. É como se eles tivessem uma vida real. Por isso, qualquer tentativa de substituição do objeto eleito é vivenciada pela criança como uma agressão. Aliás, não é preciso nem tentar trocar um objeto por outro; basta lavá-lo e seu cheiro e toque serem modificados para a criança não mais reconhece-lo.
Ao mesmo tempo em que os objetos transicionais são inseparáveis e muito amados pela criança, eles também podem ser momentaneamente odiados. O resultado é que não é incomum a criança arremessá-lo para longe, arrancar-lhe um pedaço, pisar em cima dele. Mesmo “destruído”, a criança perceberá que seu objeto amado continua existindo, não como algo físico, mas como algo que o conforta nas transições presença-ausência do cuidador, como na hora de dormir, nas despedidas e nas situações desconhecidas. A criança faz com o objeto eleito o mesmo que faz com os pais ou suas figuras de referência afetiva: ama-os, mas pode odiá-los em alguns momentos. Aos adultos, especialmente aos pais, fica o desafio de sobreviver à segunda parte! Os objetos transicionais não têm idade para serem deixados de lado. Uma vez que a criança o despreze, ela pode querer tê-lo de volta num momento mais delicado de sua vida, como nas situações de doenças, mudanças ou rupturas. Se ela já não o encontra mais, ela pode implorar pelo objeto relegado ou eleger um novo. É como se ela pedisse um colinho, um consolo, como na música Ursinho Blau Blau. Nessas horas, se não há ursinho, paninho, chupeta ou afins, a presença efetiva de uma figura de referência afetiva é fundamental para que ela possa atravessar a dificuldade com mais segurança e inteireza. Os objetos substitutos são importantes; os reais, imprescindíveis!

Por Patrícia L. Paione Grinfeld // Nota: Este texto, publicado pela primeira vez em 04/11/2013 no antigo blog Ninguém Cresce Sozinho, foi revisado e alterado minimamente em seu conteúdo original pela autora.
http://ninguemcrescesozinho.com.br/2016/07/18/a-importancia-dos-objetos-inseparaveis-do-bebe-e-da-crianca/

28 de julho de 2015

PAIS E FILHOS - VLOG DO Paizão Total De Rolê

OI GENTE, VIM APRESENTAR PARA VOCÊS MAIS UM VLOG QUE ESTOU ACOMPANHANDO... 
DIGAM O QUE ACHARAM EU GOSTEI.
BEIJOKAS

30 de maio de 2015

PAIS E FILHOS - AJUDANTE DE COZINHA MIRIM - FLAVIA CALINA

GALERA MUITO BOM E ASSISTAM ATÉ O FIM E VEJAM QUE NEM A DISTANCIA ATRAPALHA A VOVÓ ACOMPANHAR A ROTINA DIÁRIA DA FILHA E DA NETA....ADOREI.



11 de março de 2015

PAIS E FILHOS - ATIVIDADE SENSORIAL - Flavia Calina

OI GALERA, ACHEI MUITO BOM O VÍDEO DA FLAVIA E A IDEIA DA CAIXA INTERESSANTE PARA CRIANÇAS.
OLHA SE POSSÍVEL ASSISTAM...
BEIJOKAS


10 de fevereiro de 2015

5 de fevereiro de 2015

PAIS E FILHOS - MOMENTOS DE PAIS E FILHOS

GENTE QUEM TEM UM FILHO, VAI SE EMOCIONAR COM ESSAS IMAGENS, HOJE O MEU FILHOTE ESTA COM CINCO ANOS, RESPONDENDO NA ESCOLINHA, ESTUDANDO, BRINCANDO, SENDO CRIANÇA.
E ME LEMBRO DELE COM A MÃOZINHA, FAÇO UMA FOTO SEMPRE QUE POSSÍVEL DO PAI E DO FILHO DANIEL E NICOLAS, POIS, MEUS PLANOS NO FUTURO E JUNTAR TODAS E MOSTRAR PARA O NICOLAS VER O CRESCIMENTO DELE E O COMPANHEIRISMO COM O PAI.
EU COM MINHA MÃE UMA GUERREIRA QUE ME ORGULHO MUITO DELA, É UMA MULHER EXCEPCIONAL.










PAIS E FILHOS - DIVERSAS IMAGENS.

E OUTRAS QUE TENHO E VIM DIVIDIR... ESPERO QUE GOSTEM.









PAIS E FILHOS - IMAGEM PAI E FILHO E TECNOLOGIA

ESSA IMAGEM SEMPRE QUE VEJO DOU MUITA RISADA, DIZ MUITO SOBRE OS DIAS DE HOJE.
AQUI EM CASA JÁ ACONTECE... É UMA LOUCURA, AGORA O FILHO FICA MÃE, PAI QUERO IR NO COMPUTADOR FAZER ARTE OU PINTAR.
EU POSSO COM ISSO.



4 de fevereiro de 2015

PAIS E FILHOS - GRAVIDEZ IMAGENS

GENTE DEUS REALMENTE É PERFEITO E O SEXO FEMININO TEM A HONRA DE CARREGAR O NOVO SER A CHEGAR AO NOSSO PLANETA.
PASSEI POR ISSO E NOSSA SEM EXPLICAÇÃO.






IMAGENS & PAIS E FILHOS - IMAGENS DE BEBEZINHOS E CRIANÇAS LINDAS

E ALGUNS SABEM VOU SER TIA ... 
DE UMA PESSOA QUE VI CHEGAR EM CASA, MINHA IRMÃ CAÇULA NASCEU EU TINHA 15 ANOS E AGORA ELA ESTA GRAVIDISSIMA.
E TENHO DUAS PRIMAS KAROL E RAQUEL GRAVIDISSIMAS EITA QUE ESSA FAMILIA ESTA AUMENTANDO E FICANDO LINDA.
E ALGUMAS IMAGENS DE BEBEZINHO LINDAS.







PAIS E FILHOS - LANCHEIRA ESCOLAR O QUE LEVAR?

OLHA AS AULAS DO NICOLAS VOLTOU DIA 02 DE FEVEREIRO E COMEÇA A PREPARAÇÃO DA LANCHEIRA, NOSSA AQUI EM CASA É "SOCORRO".
NICOLAS É RESTRITO POR OPÇÃO OU TEIMOSIA A VARIOS ALIMENTOS.
FRUTAS SÓ COME MAÇA, BANANA E LARANJA... NOSSA NÃO ACEITA EXPERIMENTAR.
MAS SUCO TOMA TUDO, AI DIVERSIFICO NO SUCO.
AI ESTAVA EU OLHANDO A MINHA PASTA E VI ESSAS LANCHEIRA... 
IMAGENS SEQUESTRADA DO MUNDO VIRTUAL, MAS QUE ACHEI ÓTIMAS, DIVERTIDA E SUCULENTAS PELO PARA MINHA PESSOA....kkkkkk










18 de junho de 2014

PAIS E FILHOS & VAMOS PINTAR - DESENHOS DA COPA DO MUNDO 2014

OI GENTE EITA QUE ACHEI NO MUNDO VIRTUAL ESSES DESENHOS E JÁ PENSEI EM VIR COMPARTILHAR, POIS, É SÓ IMPRIMIR E DAR PARA OS FILHOS PINTAR.
UFA UMA POUCO DE SOSSEGO....kkkkkk
O NICOLAS ADORA PINTAR ENTÃO IMAGINO QUE TODAS CRIANÇAS GOSTAM, MINHA SOBRINHO CHEGA AQUI EM CASA ELA TEM 3 ANOS SE CHAMA BIA ... JÁ PEDE PARA PINTAR, TENHO SEMPRE SULFITE A MÃO.
ENTÃO SEGUE ALGUMAS IMAGENS REFERENTE A COPA DO MUNDO.